Imagem de perfil do profissional.
Julcy Cruz
Respondeu há 2 anos:
Autoconhecimento

Olá, os problemas são inevitáveis em nossa vida, o que deve mudar é a forma que interpretamos e agimos para solucioná-los. Acredito que buscar autoconhecimento te ajudará a reconhecer seus recursos e potencial, consequentemente irá a se sentir mais fortalecida diante das dificuldades. Um abraço.

+2 profissionais a favor Primeiro a responder

Imagem de perfil do profissional.
Edjane Aniceto da Rocha
Respondeu há 2 anos:
Tristezas e problemas

Existem pessoas que são um pouco mais sensíveis que outras e isso precisa ser respeitado. Sensibilidade não é fraqueza, não é bom ou ruim, nem feito ou bonito, é apenas um jeito de ser e todo mundo é diferente. Aprenda a respeitar seus sentimentos e seu jeito de ser com um pouco mais de sensibilidade. Dessa forma você entenderá que para uns os problemas parecem mais brandos, para outros tudo é mais intenso é só ter paciência e respeito consigo mesmo e não se preocupar tanto em ser igual a outras pessoas. A beleza de cada pessoa está justamente nas diferenças e diferenças não se questiona, aceita-se e respeita-se, isto é ter uma vida normal.

Primeiro a responder

Imagem de perfil do profissional.
Geime Rozanski
Respondeu há 2 anos:
Missão de Vida: qual a minha Missão de Vida?
Missão de Vida: qual a minha Missão de Vida?

Chorar não é errado, está expressando sentimentos. Melhor chorar do que guardar dentro de ti porque as lágrimas não derramadas se convertem em doenças psicossomáticas. O que precisa é compreender porque os problemas acontecem e não tem como evitar, é a lei de causa e efeito. Primeira coisa a fazer é não se sentir vítima, se a vida está te dando estes problemas é porque tens a capacidade de resolvê-los, com ajuda ou sem ajuda. Embora vivamos em comunidade, o desenvolvimento pessoal é com cada um e para cada um o caminho é diferente. Estamos aqui vivendo neste mundo para resolver problemas. Não estamos aqui para passarmos bem. Isto é muito relativo. Tudo é fruto do nosso investimento. Você é amada e com coragem vai conseguir te compreender e viver. Seja uma guerreira.

Imagem de perfil do profissional.
Jamile Gonçalves
Respondeu há 2 anos:
Tristeza e problemas

Veja que sua pergunta tem dois lados: uma coisa é você ter uma vida com muitos problemas acontecendo, e outra, é sua queixa de chorar muito por isso. Entendo que uma coisa justifica a outra. Se você não tem uma vida fácil, com muitas coisas desagradáveis acontecendo a seu redor, é normal que você fique desestabilizada e chore por conta disso. Você é humana! Não precisa ser de ferro e se culpar. O que é interessante é começar a trabalhar a forma como você lida com tantas questões. Muitas vezes o problema não muda, mas podemos mudar a forma como lidamos com ele, e com isso ficamos mais resistentes a tanta pressão.Procure apoio psicológico, mas acho que o foco não é mudar o problema em si, pois muitas vezes não depende de você. O foco é te ajudar a lidar melhor com as dificuldades.

Imagem de perfil do profissional.
Paulo Cesar
Respondeu há 2 anos:
Viver sem medo

Não há como escapar, em algum momento, qualquer um de nós passará por um sofrimento; o melhor é estarmos preparados para lidar com a realidade como ela se apresenta, resolvermos os problemas e vivermos de um modo que não nos cause novos sofrimentos e que nos mantenha preparados caso eles sejam inevitáveis. Entregar-se à dor pode te levar à depressão, uma doença que afeta o corpo, o humor e o pensamento, um estado no qual a pessoa se sente anormalmente triste. Elimine o pensamento negativo. É simplista mas o efeito é real e eficaz. Mantenha uma presença mental positiva focada na realidade. Fácil não é, há sempre um gatilho prestes a disparar contra o bem-estar e a felicidade: apegar-se e não aceitar mudanças. Abraço, Psic. Paulo Cesar T. Ribeiro